Mouse Razer Mamba – 5600dpi em suas mãos!

O mouse Mamba, da Razer, é um autêntico controlador para jogos. Sem fio e a laser, o dispositivo possui sensibilidade máxima ajustável de 5600 dpi, pontos de atrito revestidos em teflon e capacidade de configuração de macros. Ele é focado em games de tiro do tipo “primeira pessoa”, mas nada impede que ele seja utilizado em outras aplicações – em especial as que exigem grande precisão. O dispositivo é alimentado por uma bateria recarregável interna, que dura 14 horas de jogatina incessante, ou 72 em uso considerado normal pela fabricante. O Mamba possui uma entrada frontal para receber o mesmo cabo USB da base, se tornando um mouse com fio.

O receptor de mouses sem fio está ficando cada vez mais diminuto, mas este Razer foge à regra. Como o dispositivo que recebe o sinal também serve para recarregar o Mamba, é grande e construído de modo que consiga recebê-lo – a empresa chama a base de “charging dock”. Ainda, como grande parte dos produtos voltados para gamers, o design deste mouse possui certas peculiaridades. Tanto sua roda quanto a base são iluminados por fortes LEDs azuis, o que dá um ar de sofisticação, mas também um quê de extravagância. A caixa em que o Mamba vem empacotado foi provavelmente pensada para uma joalheria de geeks.

A construção do Mamba é excelente. Sua porção superior é revestida por uma textura ligeiramente aveludada, a qual passa uma agradável sensação de segurança – e dá uma ajuda quando sua mão está suada por causa daquela batalha sangrenta contra aliens. Os quatro botões adicionais são fortes, mas o acesso de um deles (o segundo botão do polegar) é relativamente difícil para mim. Eu tenho uma mão relativamente grande, e imagino que o “problema” se agrave com mãos pequenas. O desenho ergonômico é voltado para a mão direita.

O Mamba possui um segredo na parte de baixo. Há quatro áreas de contato revestidas em teflon para, segundo a Razer, uniformizar o atrito e garantir melhor desempenho. Quando comparado a outros dispositivos, achamos que, de fato, o Mamba corre melhor pela superfície da mesa. Com seu peso de 113 gramas, o mouse deve combinar com mousepads macios, de maior precisão em detrimento da velocidade. A aceleração máxima suportada é de 50G (cinquenta vezes a gravitação da Terra, percorrendo até 200 polegadas (5,08 metros) em um segundo, dependendo do material da mesa – ou das costas do seu irmão mais novo.

Uma das vantagens do mouse é contar com botões extras para atalhos personalizados, além de poder trocar as ações que todos realizam – desde a roda do mouse até os cliques esquerdo e direito. É muito útil inserir macros, ou seja, sequências de comandos, incluindo cliques e teclas, para diminuir ou acelerar tarefas repetitivas. Dá para comprar um conjunto composto por arma, munição e colete no Counter-Strike, por exemplo, com um só clique. É possível salvar perfis para diferentes jogos ou jogadores.

Muitos jogadores são avessos a mouses sem fio por conta de seu suposto atraso em relação a dispositivos cabeados. O Mamba, por trabalhar tanto com o cabo USB conectado quanto sem fio, pode ser uma solução para gamers abastados e que querem a conveniência de, de vez em quando, tirar o cabo do mouse. De qualquer forma, a Razer afirma que a taxa de atualização de 1000Hz (com tempo de resposta resultante de 1 milissegundo) faz, praticamente, que a distinção entre um modo de operação e outro seja insignificante. Em testes, realmente não pudemos sentir a diferença de quando conectamos o mouse via USB ou o utilizamos mandando seu sinal via rádio para a base. É importante salientar que, quando conectado, o mouse recarrega suas baterias.

Fonte: InfoLab
A

Encontre na Oficina dos Bits

Mouse Gaming Razer Mamba – 3.5G Laser – 1000Hz Ultrapolling – USB – 5600dpi

2 pensamentos sobre “Mouse Razer Mamba – 5600dpi em suas mãos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *