APU AMD Fusion A8-3850 – Um novo conceito de processadores

Essa semana o site Fórum Pcs publicou um review muito interessante sobre o novo conceito de processadores da AMD, chamados de APU (Accelerated Processing Unit).

Muitos blogs já comentavam sobre o conceito Fusion desde a fusão entre a AMD e a ATI. Na época, em 2006, parecia algo surreal, os processadores Dual-Core eram novidade e não se imaginava uma lógica para integrar duas arquiteturas completamente diferentes dentro de uma única pastilha de silício e fazê-las comunicarem-se naturalmente, compartilhando recursos e com uma auxiliando no trabalho da outra. Pois bem, parece que todo este processo começou a acontecer.

 

Atualmente a AMD conseguiu integrar, em uma mesma pastilha de silício, um CPU, com arquitetura x86, e uma GPU, cuja arquitetura é quase que totalmente vetorial, compartilhando recursos e, em alguns casos, uma auxiliando no trabalho da outra, o que é dependente de suporte via software. Entretanto as arquiteturas ainda não se comunicam natural e transparentemente. Se você olhar o chip internamente verá que CPU e GPU são bem definidos e estão posicionados cada um no seu pedaço do die, e isto é o que a AMD quer que desapareça. Para as próximas gerações espera-se conseguir integrar as arquiteturas de uma forma que não seja mais possível distinguir-se o que é parte da GPU ou o que é parte da CPU.

Neste review vamos conferir o que a série Llano AMD A8-3850 é capaz quando o assunto é desempenho. Clique aqui para ler o review.

 

  • Encontre na Oficina dos Bits

AMD Fusion A8-3850 Quad Core – 2.9GHz cache 4MB – socket FM1 – APU Vision – Radeon HD 6550D – BOX

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *