Uso incorreto de eletrônicos pode causar danos físicos permanentes

Dispositivos eletrônicos pessoais como computador de mesa, notebook, celular e tablet estão cada vez mais presentes em nosso cotidiano, o que significa que é preciso abrir os olhos para os males que eles podem causar. O uso incorreto desses aparelhos pode gerar complicações físicas sérias, às vezes até permanentes.

Os problemas são geralmente causados pelo uso excessivo combinado a erros de postura e repetição de algumas articulações, músculo e tendões, conforme explica o ortopedista e traumatologista Daniel Jorge, coordenador das equipes de coluna que atuam nos hospitais Santa Virgínia, Beneficência Portuguesa, São Luiz e AACD.

“A coluna acaba sofrendo por posturas inadequadas mantidas por períodos prolongados, com lesões ligamentares, musculares e até discais por sobrecarga sobre tais cartilagens que estão entre as vértebras”, diz ele, em entrevista ao Olhar Digital. “Além de movimentos de repetição em uso de computadores e tablets que podem levar a patologias como tendinites, bursites e até roturas miotendíneas – em situações extremas.”

E os danos podem ser permanentes, caso o agravo não seja retirado ou corrigido de forma adequada.

Para evitar algum problema, o especialista diz ser necessário se atentar sempre à postura assumida no momento em que for mexer nesses aparelhos, além de alongar os músculos e os tendões mais solicitados antes e ao final do uso.

Outra dica é praticar atividades físicas regularmente para manter o tônus e o bom preparo dos grupos musculares mais utilizados, como paravertebrais da coluna, músculos trapézios na cervical, músculos flexores e extensões dos antebraços e braços, tendões dos ombros – como supraespinhal, infraespinhal e subescapular -, além de musculatura intrínseca das mãos, no caso dos digitadores.

Seria interessante, na opinião do ortopedista, que vendedores e fabricantes incluíssem nos manuais orientações sobre posturas e formas saudáveis de utilização sobre dispositivos. Também deveriam constar “períodos de intervalos no uso apropriados a cada equipamento e dicas de alongamentos específicos dos grupos musculares mais utilizados em cada aparelho”, sugere.

Fonte: OlharDigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Gostou do conteúdo do blog? Compartilhe! :)

LinkedIn
Share
Instagram