Placa de vídeo: como escolher a sua?

É comum ter muitas dúvidas sobre qual placa de vídeo comprar, principalmente quando há algum lançamento. Afinal, como saber qual vai atender melhor as necessidades, qual contribui com melhores gráficos ou qual a mais potente?

Pois é, são essas e outras questões que devem ser analisadas antes de fazer uma aquisição de placa de vídeo. Então, listamos abaixo algumas dicas que vão te ajudar a entender melhor sobre o assunto.

Placa de vídeo não trabalha sozinha

Para entender qual é a melhor opção para comprar para a sua máquina é importante saber que ela não faz tudo sozinha, inclusive, um computador sem bons atributos pode prejudicar o desempenho da placa de vídeo.

É necessário investir em memória RAM, dispositivos de armazenamento mais rápidos, preferencialmente SSD, um monitor mais robusto e em bons processadores. Tudo isso vai garantir um bom desempenho da máquina e melhor experiência para o usuário. Sabendo disso, vamos para a próxima dica!

Precisa ter compatibilidade com o PC

Antes de comprar a placa de vídeo é necessário conhecer o computador para saber o que é compatível ou não.

As placas de vídeo são conectadas à placa mãe e à fonte, desse modo, deve-se saber quais os conectores estão disponíveis nelas. Se tiver dúvidas se seu PC é compatível, procure nossos consultores no site OficinadosBits.com.br ou na loja física no telefone.

Memória de vídeo

memória de vídeo

Um outro ponto importante é saber qual a memória de vídeo dedicada da placa, pois isso influencia diretamente o desempenho de jogos e aplicativos gráficos. No site do fabricante dos jogos é divulgada a configuração recomendada e a mínima para rodar sem travamentos.

Largura de banda

De um modo geral, quando falamos em largura de banda estamos nos referindo à quantidade de dados que conseguem ser processados. Todas as informações que transitam dentro do computador fazem isso por meio de bits e quanto maior a largura de banda, mais dados são transferidos para a GPU, esse processo é conhecido como taxa de transferência.

Isso reflete diretamente, por exemplo, no desempenho de um jogo, porque é possível perceber o processamento de vários dados de uma única só vez. 

TDP – Thermal design power 

TDP - projeto de força termica

Em português esse termo pode ser traduzido para Projeto de Força Térmica e indica o quanto de calor a peça dissipa. O TDP está atrelado ao consumo, porque quanto maior for o consumo, mais calor é gerado e, então, o TDP aumenta.

Desse modo, se a placa de vídeo possuir um TDP alto a tendência é que ela esquente. É importante avaliar isso porque a tendência do mercado é que ele seja menor a cada geração, sendo assim, consumirá menos, gerando baixo calor.

Clock da placa

De grosso modo, é clock é a frequência de atuação. Quando o computador recebe um sinal para executar atividades, acontece o “pulso de clock”, ou seja, a frequência de processamento, que é medido em hertz (Hz).

Essa medição mostra as oscilações ou ciclos de processamento por segundo. Sendo assim, um dispositivo que possui uma frequência de 900 Hz, indica a capacidade de 900 ciclos de operações por segundo, por exemplo. Quanto maior a frequência, melhor será a performance.

A placa de vídeo é um dos principais componentes de um computador e ela influencia diretamente no desempenho do mesmo, sendo assim, qualquer peça errada pode prejudicar a sua máquina, por isso é tão necessário conhecer bem o PC.

Pesquise muito antes de comprar algo e conte com vendedores de confiança que tenham domínio sobre o assunto. Na Oficina dos Bits é possível encontrar diversas peças para o seu computador e contar com profissionais que entendem as necessidades dos clientes. Acesse nosso site clicando aqui!  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Gostou do conteúdo do blog? Compartilhe! :)

LinkedIn
Share
Instagram